Módulo I - Legislação de Trânsito
Módulo II – Direção Defensiva
Módulo III – Noções de Primeiros Socorros, Respeito ao Meio Ambiente e Convívio Social
Módulo IV – Relacionamento Interpessoal

Comportamento no trânsito

O comportamento no trânsito é um indicador preciso das características de cada indivíduo.

A grande maioria dos motoristas (mais de 2/3) raramente comete infrações ou envolve-se em sinistros de trânsito. Quase todos os problemas são causados por uma minoria de motoristas cujo comportamento pode ser decorrente da dificuldade de lidar com as pressões da vida.

A dificuldade de lidar com as pressões da vida, aliada a outros fatores, como a personalidade e a própria educação do indivíduo, podem levá-lo a apresentar alguns comportamentos inadequados e incompatíveis com o exercício da profissão como raiva, agressividade, impulsividade, hostilidade, pressa e vários outros que podem trazer riscos para a segurança de todos no trânsito.

Responsabilidade no trânsito

Espera-se que um profissional qualificado como o condutor de transporte escolar saiba agir corretamente nas diversas situações do dia a dia no trânsito, deixando de lado, maus hábitos e posturas negativas.
O profissional precisa aprender a lidar com as pressões do trabalho, da vida, para ter um bom convívio no trânsito.

Conflitos no trânsito

No dia a dia no trânsito é inevitável que surjam alguns conflitos porque cada pessoa tem necessidades e objetivos diferentes dos demais.

Motoristas de automóveis, por exemplo, têm necessidades e objetivos diferentes dos condutores de transporte de passageiros, transporte escolar, motociclistas, ciclistas, pedestres, transportadores de carga etc.

Para mudar este panorama de conflitos e disputas no trânsito, o condutor de veículos de transporte escolar precisa:
  • ser equilibrado;
  • estar consciente de suas atribuições e responsabilidades;
  • ter conhecimento e experiência para conduzir com máxima segurança;
  • ter bons hábitos;
  • usar linguagem adequada, sem usar gírias ou palavrões;
  • ser calmo, educado, prestativo e atencioso;
  • ser honesto, confiável, pontual e organizado;
  • não se limitar a cumprir exigências;
  • se aprimorar cada vez mais;
  • ter consciência de que qualquer acidente em que se envolva, pode trazer graves consequências devido a fragilidade dos ocupantes.

Mudança de atitude: uma questão de consciência

É também fundamental respeitar os demais integrantes deste grande ambiente social que é o trânsito e assumir uma postura mais responsável e solidária, respeitando os limites do outro e a responsabilidade por suas próprias atitudes.

Boas atitudes entre condutores e/ou pedestres têm o poder de promover o respeito e a cidadania. É essencial saber agir corretamente frente às diversas situações do dia a dia no trânsito, reconhecendo e alterando maus hábitos e posturas negativas

O veículo é um meio de locomoção e não deve ser utilizado para demonstrar superioridade. O condutor também não deve se prevalecer do porte do veículo ou da potência do motor. Todos os condutores têm o dever de respeitar os direitos dos outros, independente do veículo que está dirigindo.

A atividade de transporte escolar

  • É uma atividade de muita responsabilidade.
  • É baseada na confiança, respeito e transparência.
  • Deve ser muito bem administrada.
  • Deve oferecer serviços de ótima qualidade.
  • Exige um excelente relacionamento profissional com todos os envolvidos na atividade.
  • É preciso planejar e racionalizar a oferta de serviços.
  • Planejar e racionalizar os custos.
  • Estar sempre em dia com obrigações e exigências legais.
  • Manter veículos, equipamentos e itens de segurança em excelente estado de funcionamento e manutenção.